Pesquisar este blog



Acontece que as pessoas são uns sacos, todas elas, inclusive eu. Todas elas são estúpidas e eu estou no meio. Elas pregam que odeiam clichês, mas não reparam que a vida é um grande clichê abundante. Você vai morrer, isso é fato, isso é um clichê. O mundo é tão vasto, mas você sempre encontra as mesmas pessoas. As mesmas pessoas estúpidas que cospem na sua cara “você precisa ser alguém”. Mas ser alguém não é tão fácil, eu olho pro lado e só encontro pessoas perdidas nos luxos de outrem. Se fosse para apostar, apostaria que o fim do mundo somos nós.
— Laura. 


Deixe um comentário

Receba Novos Posts Por Email